Barlavento

O Barlavento é um espaço alternativo e aconchegante no estilo bistrô, localizado na Rota da Sol, a 15 min do centro de Caxias, ponto de parada obrigatório para quem volta do litoral, deixando o lugar bastante agitado durante os finais de semana. De segunda a sexta-feira torna-se um ambiente tranquilo, ideal para encontros de trabalho, de amigos, e happy-hour, . É tambem uma interessante alternativa para quem recebe visitantes e quer algo diferente das opções tradicionais.
Anúncios

Dicas – Sujinho: um clássico paulistano

O boteco/restaurante Sujinho, na rua da Consolação, é um daqueles lugares tão tradicionais, tão incorporados à paisagem urbana que você às vezes esquece que eles existem. Em minha ultima viagem a Sào Paulo fiquei hospedado na Av. Paulista, quase na Consolação, depois de dois ou três anos sem pisar lá. E encarei a chuva para jantar a gigantesca bisteca de boi com molho acebolado e salada de repolho.
Primeiro, o susto. O nome, cada vez mais, destoa do ambiente. Nascido como um bar frequentado na madrugada por taxistas e prostitutas, o Sujinho foi-se aburguesando até adquirir a forma atual, com um salão renovado, brilhando de limpo (há até um gigantesco painel com uma foto antiga de São Paulo cobrindo a parede do fundo, no pior estilo “boteco chique”).
Depois, o alívio ao perceber que a mudança foi apenas superficial. Alívio acompanhado de uma irritação bem familiar. Os garçons continuam mal-humorados, um tanto rudes, quase estúpidos. A casa ainda não aceita cartões de crédito ou débito, obrigando o cliente desprevenido a sair no temporal para sacar dinheiro (não foi o meu caso, graças a Deus). Se você vai beber cerveja sozinho, a casa não tem isopor ou balde de gelo para impedir que a garrafa de 600 ml fique quente.
Por último, quando chega a comida, o pensamento é “por que não venho mais frequentemente?”. Uma bisteca à la Fred Flintstone custa R$ 23. Dá para dividir facilmente. E é boa, muito boa. Certamente não se trata da carne mais macia do planeta, mas o sabor equilibra perfeitamente o “bifoso” e o “carvônico”.
Ao tomar meu último gole de cerveja não-tão-gelada-assim, me perguntava por que aceito pagar fortunas em vários restaurantes que não são tão bons assim quando o Sujinho sempre está lá para matar, exterminar, aniquilar a fome dos mais famintos por um preço justo.
Sujinho – Rua da Consolação, 2068, São Paulo (mais 3 endereços)

Fonte: Blog O bom garfo / Marcos Nogueira editor da seção Boa Vida da revista VIP

Punhetas da Dona Rosa

Passei dois dias em São Paulo, ritmo alucinante, correndo para cumprir horários, aeroporto para hotel, hotel para reunião, reunião para hotel, a noite respondo os e-mail recebidos no dia, ainda sem almoçar e sem disposição para nada, posto duas mensagens no twitter, e peço uma pizza da Dominos. Se demorar mais de ½ hora a pizza sai de graça, infelizmente entregam antes de esgotar o prazo, como meia pizza e pego no sono vendo TV. O dia seguinte é ainda mais cheio, acordo as 6h00, vejo o jornal, tomo banho, tomo café, pego um táxi e vou para mais uma reunião, falo sobre o trânsito com o taxista, a reunião atrasa, sacrifico mais um almoço e sigo para a próxima, chego meia hora mais cedo, verifico os e-mails enquanto espero, começa a reunião e demora mais do que o previsto, já são seis horas da tarde quando termina, o trânsito está um caos, ainda não fiz uma refeição decente, estou de carona com um colega, com todos os compromissos cumpridos estava na hora de relaxar.
Lembrei de um restaurante recomendado pelo Silvan chamado Academia da Gula, localizado na Vila Mariana, a poucos metros da 23 de maio, dirigido pela Dona Rosa, uma portuguesa muito carismática. Lugar simples, mas muito aconchegante, mesas na calçada, garçons simpáticos, e um vasto cardápio a base de bacalhau, no entanto por ser final de tarde não era o momento propício para jantar, mas ideal para um happy hour.
Qualquer restaurante português que se preze tem que fazer um bom bolinho de bacalhau, e o Academia da Gula faz um excelente bolinho de bacalhau, ainda mais acompanhado de um azeite de oliva de primeira qualidade, pimenta e cerveja Original muito gelada. Pensei em repetir a porção, mas a curiosidade de experimentar outros pratos foi maior, experimentei uma punheta…… Isso mesmo, punheta, petisco a base de bacalhau cru desfiado, cebola azeite de oliva, azeitonas pretas, leva este nome porque o bacalhau é desfiado com as mãos e misturado com os demais ingredientes. Apesar do nome curioso o sabor é indescritível, de comer ajoelhado. Para finalizar este refeição que se constituiu em meu almoço e janta pedi uma porção de pastéis de bacalhau, apsesar de saborosos não se comparavam aos outros pratos.
Aprovadíssimo, valeu cada centavo a visita a Academia da Gula.
Já era noite quando me dirigi ao hotel, só tive tempo para ligar para casa e ver como estava a minha família, caí na cama e só acordei a tempo de correr para o aeroporto e pegar o vôo de volta para casa, não vi nem ouvi a chuva que assolou São Paulo e deixou a marginal debaixo d’água.
Trilha sonora: Tim Maia – Festa de Santo Rei
Bebida: Cerveja Original hiper gelada

Academia da Gula
Rua Caravelas, 374
Vila Mariana – São Paulo
(11) 5572-2571
Um grande abraço a todos.

Osaka

Em 30 de dezembro, eu, minha esposa saímos para comemorar antecipadamente o revellion, agradecer pelo grande ano que se foi e pedir para que o próximo seja tão bom quanto foi 2009.
Como somos grandes apreciadores da culinária oriental escolhemos para esta celebração o novíssimo OSAKA. Para uma cidade como Caxias que a um ano atrás não tinha nenhum digno representante desta cozinha estamos muito bem servidos, além do restaurante já citado destaco também o UMAI-YOO do Jamur e Cia.
Quanto ao OSAKA o ambiente é ao mesmo tempo sofisticado e aconchegante e o serviço todo realizado na mesa, que propicia além do conforto a oportunidade para um bom bate papo sem interrupções. A equipe de atendimento é discreta e eficiente, virtudes essenciais para uma equipe de garçons e afins.
Claro que qualquer restaurante que se preza deve ser lembrado pela comida e o OSAKA se sai muito bem neste quesito, com destaque para a entrada de peixe branco que é divina e precisei pedir repeteco.
Recomendo.
Bebida: Stella Artois (1/2 dúzia delas)
Trilha sonora: Led Zeppelin – Kashmir
OSAKA – Rua Cel Flores, 776 – Fone: 3222-7732
Não tenho pretensões de ser um crítico gastronomico, apenas gosto do tema. O principal objetivo deste blog é compartilhar minhas opiniões e experiências com meus amigos.
Um grande abraço e FELIZ 2010 para todos.